Equatorial Alagoas convoca consumidores rurais para Revisão Cadastral
A ação de Revisão Cadastral é obrigatória, por isso, não perca o prazo e nem o desconto na conta de luz!
POR Laíse Teixeira
13/04/2021 às 11:43:51
Equatorial Alagoas convoca consumidores rurais para Revisão Cadastral

Fonte: Equatorial Alagoas

Olá, chegou a hora de fazer a revisão do seu Cadastro Rural junto a Equatorial Alagoas, para evitar que o seu benefício tarifário seja cancelado. E fazer essa revisão, é muito simples. Basta você, que foi notificado através de mensagem na sua fatura de energia elétrica, a partir do mês de abril/2021, procurar uma das nossas Agências de Atendimento presencial, levando os documentos necessários e assegurar a atualização de seu Cadastro Rural.

Por meio da Resolução Normativa nº 901/2020, a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL retomou, neste ano, com o processo de revisão cadastral das unidades consumidoras que recebem benefícios tarifários da classe rural, esgoto/saneamento e irrigação/aquicultura, sendo realizada, obrigatoriamente, a cada três anos.

Essa revisão cadastral tem como objetivo validar se os clientes que recebem benefícios tarifários ainda atendem aos critérios estabelecidos, para concessão do benefício.

Para continuar recebendo o desconto, basta se dirigir a qualquer uma das agências de atendimento da Equatorial Alagoas, até o dia 31 de dezembro de 2021 e atualizar os seus dados. Após essa data, caso o cliente não procure a distribuidora ou não atenda aos critérios, o benefício tarifário será cancelado.

Na ausência da documentação comprobatória, neste primeiro período de revisão cadastral (Ano 2021), será aceita a autodeclaração dos clientes que exercem a atividade de irrigação e/ou aquicultura, conforme modelo disponível em nossas agências de atendimento.

É importante destacar que, com a retomada das atividades presenciais, todas as agências estão em funcionamento, respeitando os protocolos de saúde e segurança no combate à pandemia do coronavírus. As distribuidoras deixarão de realizar o atendimento presencial, somente em caso de decretação local de medidas de restrição pelo poder público competente.