Furto de energia: Equatorial reforça os principais riscos de quem pratica o ato e como proceder em casos de acidentes
Mudança de comportamento da população pode contribuir com a inibição do crime e salvar vidas
POR Laíse Teixeira
04/03/2022 às 18:20:16
Furto de energia: Equatorial reforça os principais riscos de quem pratica o ato e como proceder em casos de acidentes

As ligações clandestinas de eletricidade e as intervenções na rede elétrica sem conhecimento e autorização da Distribuidora, bem como alterações no medidor de energia, mais conhecido como “gato”, representam um perigo. Por isso, a Equatorial Alagoas vem intensificando o alerta de conscientização da população, tanto no sentido educativo como também preventivo de não praticar ou incentivar tais crimes que podem ocasionar acidentes graves ou até mesmo levar à morte.

Em 2021, a empresa realizou 166.415 inspeções e, de maneira contínua, atua com as ações de combate à essas irregularidades previstas nos artigos 155 e 171 do Código Penal Brasileiro. O gerente de relacionamento com o cliente da Equatorial Alagoas, Carlos Morais, explica que normalmente quem pratica esses atos não tem conhecimento sobre eletricidade e nem utiliza os equipamentos de proteção necessários para trabalhar com a rede energizada.

Ele ressalta que as gambiarras realizadas podem romper, levando a quedas de cabos, expondo assim a sua própria vida e a de pessoas que passam pelo local sejam adultos, idosos, crianças ou adolescentes. 

"Realizar ligação clandestina à revelia da empresa de Distribuição de energia e o ato de fraudar medidores são práticas em que todo mundo sai perdendo. Sempre reforçamos que ambos são crimes. Além disso, sobrecarrega a rede elétrica e pode provocar acidentes. Precisamos combater essas irregularidades e a população tem um papel fundamental nisso, revendo suas atitudes e também denunciando esses crimes”, destaca o gerente.

Como proceder em caso de acidentes?

Ao encontrar um fio de energia elétrica solto na rua a orientação é não se aproximar, fazer o isolamento da área e acionar a Equatorial imediatamente. O registro deve ser feito exclusivamente pelo número 0800 082 0196 comunicando a situação de risco à empresa. Outra orientação importante, caso alguém seja vítima de choque elétrico dentro da unidade consumidora, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga.

A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou chave geral e ligar para emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além de manter a distância e ligar para a emergência, é preciso também formalizar a ocorrência junto à Equatorial a para que seja feito o desligamento da energia.

Morais também salienta, que existem irregularidades tanto em casas de periferia quanto em condomínios de alto padrão. Lojas, academias, padarias, supermercados e o comércio em geral são setores em que muitas vezes são constatados esses crimes e a empresa segue firme nas ações de fiscalização em todo o estado.

Denúncia

Para colaborar com a inibição desses dois crimes a companhia de energia elétrica também orienta como os alagoanos podem registrar a sua denúncia, a qual a identidade de quem realiza a queixa é mantida em total anonimato.

Ao acessar o site oficial https://al.equatorialenergia.com.br/, o consumidor terá acesso a uma área para fornecer dados sobre a situação, como por exemplo: endereço, município, código único a ser denunciado, número do medidor de energia, pontos de referência e também o espaço conta com a opção para anexar imagens e vídeos que possam auxiliar na análise do caso. As denúncias de suspeitas de irregularidades também podem ser feitas pela Central de Atendimento da Equatorial.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas