Governo quer incluir a Ceal já no leilão do dia 30 de agosto
POR Laíse Teixeira
31/07/2018 às 10:05:25
Governo quer incluir a Ceal já no leilão do dia 30 de agosto

 

BNDES está recorrendo da decisão judicial que excluiu a concessionárias de Alagoas do processo de privatização

MAURÍCIO GODOI, DA AGÊNCIA CANALENERGIA, DE SÃO PAULO (SP)

O leilão das demais distribuidoras da Eletrobrás está mantido para o dia 30 de agosto e a perspectiva é de que até mesmo a Ceal possa estar no pacote a ser ofertado ao mercado. O governo procura derrubar a medida que impede a venda da distribuidora alagoana até a data do próximo certame, que só ocorrerá com  aprovação do PL 10.332 que está para ser apreciado pelo Senado ao final do recesso de julho.

A comissão de licitação do BNDES está recorrendo da decisão judicial que impede a venda da Ceal em decorrência de uma dívida do governo federal com o estado de Alagoas que data da época da federalização da distribuidora. À época o governo federal pagou 50% do valor acertado para a compra e o restante fico em aberto. Esse valor hoje e estimado em cerca de R$ 1 bilhão e é cobrado judicialmente.

O presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Júnior, lembrou que esta foi a segunda venda desde que assumiu a companhia, justamente dois anos atrás e que o otimismo decorre da perspectiva de crescimento da demanda nas regiões onde as concessionárias à venda atuam. Em sua avaliação a venda das demais empresas pode ter mais concorrência em comparação à Cepisa que teve apenas uma empresa interessada no ativo. Isso porque com o PL aprovado há mais segurança jurídica no processo.

Dentre os interessados pode estar a própria Equatorial, segundo afirmou seu presidente, Augusto Miranda. Ele comentou que por estarem em uma área próxima de sua atuação as demais empresas podem ser alvo de interesse.